‘Bebê do Nirvana’ processa banda por exploração sexual

Com informações de Istoé

Spencer Elden apareceu na icônica capa do disco do grupo quando tinha 4 meses.

Foto: Divulgação

Spencer Elden, que ficou conhecido mundialmente como o “bebê do Nirvana”, ao estrelar a capa de “Nevermind”, está processando a banda. Atualmente com 30 anos, diz que o ensaio foi feito sem o seu consentimento e acusa a banda de pornografia infantil.

Elden entrou com um processo contra os administradores da obra de Kurt Cobain e os membros sobreviventes da banda, dizendo que os rock stars violaram os estatutos federais de pornografia infantil e o exploraram sexualmente.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ele também alega que sofreu “danos ao longo da vida” por ter seu corpo nu estampado no álbum, que teve cerca de 30 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, e afirma que nem ele nem seus pais – que ganharam US$ 200 pelo ensaio – consentiram com a sessão de fotos com a criança nua, de acordo com o processo federal.

A banda, o fotógrafo e as gravadoras “comercializaram intencionalmente a pornografia infantil de Spencer e alavancaram a natureza chocante de sua imagem para promover a si próprios e a sua música às suas custas”, alega o processo.