Temer diz que conversa entre Bolsonaro e Moraes foi amigável, mas sem que ministro recuasse ‘um milímetro’

fonte Metro1

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ex-presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira (17) que a conversa entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Alexandre de Moraes um dia após os atos golpistas de 7 de setembro foi amigável, mas sem recuo do ministro.

Temer lembrou que pouco antes do telefonema, ele havia apresentado a Bolsonaro uma carta à nação na tentativa de pacificar a crise institucional entre os poderes.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ao ser questionado sobre o teor da conversa entre o presidente e Moraes, Temer disse que não havia mistério no diálogo, mas deixou claro que o ministro não iria ceder nos casos que conduz no tribunal. Moraes é relator dos inquéritos em que o presidente é investigado na Corte, e principal alvo de seus disparos nos últimos meses.