Temer diz não se colocar como opção para disputa presidencial em 2022

Redação, com informações do Metro1

Emedebista, por outro lado, afirma torcer por uma candidatura da chamada terceira via

Foto: reprodução

O ex-presidente Michel Temer (MDB) declarou que não se coloca como opção nas eleições presidenciais de 2022. A declaração foi dada durante entrevista ao jornalista Roberto D’Ávil, na GloboNews. “Eu torço por uma 3ª via, acho útil para o eleitorado, mas não me coloco [como opção]. Isso não está no meu horizonte, eu já fiz tudo o que tinha que fazer”, declarou ele.

Provocado por D’Ávila se “gosta do jogo político” e quer estar nesse jogo, Temer respondeu: “Não é bem que eu queira estar”. “Eu descobri que você sai da vida pública, mas a vida pública não sai de você. (…) As pessoas vêm me procurar, para trocar ideia”, completou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Na entrevista, o emedebista mencionou o jantar no qual o jornalista também esteve presente. Em um vídeo que registrou o encontro, o humorista André Marinho fez imitações de vários políticos, como Temer, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), Ciro Gomes (PDT) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O chefe do Executivo provocou risos dos presentes ao ser retratado de maneira sarcástica no episódio em que teve a ajuda do ex-presidente para elaborar uma carta pela pacificação entre os Três Poderes.

“Você [Roberto D’Ávila] participou do jantar. Era um jantar muito alegre e animado”, afirmou Temer. “Fizeram uma maldade. [Disseram] ‘Olha lá, estão rindo do Bolsonaro’. Não era isso, você acompanhou. Na verdade, foi uma brincadeira em relação a todos. E a cada imitação que ele [André Marinho] fazia, as pessoas riam, aplaudiam.”