PGR denuncia Roberto Jefferson ao STF por incitação ao crime

Redação, com informações do Metro1

Jefferson foi preso no último dia 13 por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson. A PGR afirma que o ex-deputado cometeu incitação ao crime e crimes previstos na Lei de Segurança Nacional.

No documento de dez páginas, a procuradoria detalha uma série de episódios em que Jefferson estimulou a população a invadir o Congresso, reagir a policiais militares e atacar instituições como o próprio STF.

Jefferson foi preso no último dia 13 por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes, relator do inquérito das milícias digitais.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O delito, previsto no Código Penal, consiste em “incitar, publicamente, a prática de crime” e tem pena de detenção de três a seis meses. A denúncia é assinada pela subprocuradora-geral Lindôra Araújo.