Vitória é condenado a pagar quase R$ 1,2 milhão ao goleiro João Gabriel

fonte Bahia Notícias

A decisão é da juíza Vivianne Tanure Mateus, da 2ª Vara do Trabalho de Salvador, do TRT-BA.

Foto: Arquivo/Maurícia da Matta / EC Vitória

O Vitória sofreu um revés na Justiça na última quarta-feira (25). O clube foi condenado a pagar cerca de R$ 1,2 milhão ao goleiro João Gabriel. A decisão é da juíza Vivianne Tanure Mateus, da 2ª Vara do Trabalho de Salvador, do TRT-BA.

Na decisão que o Bahia Notícias teve acesso, o Vitória deixou de pagar os salários do jogador por 16 meses, a partir de junho de 2019, além de não recolhimento de FGTS e corte do auxílio moradia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em maio, João Gabriel havia conseguido sua rescisão contratual com o Vitória por meio de uma liminar na Justiça.

A decisão cabe recurso e a tendência é que o Vitória recorra.

Cria do Vitória, João Gabriel estava em sua segunda passagem no clube rubro-negro. Na primeira, ele deixou a Toca do Leão em 2011 rumo ao Volta Redonda. O arqueiro retornou em 2018, na gestão do presidente Ricardo David, emprestado pelo Cianorte. Na temporada seguinte, o atleta foi contratado em definitivo.

No ano passado, João Gabriel defendeu o Sampaio Corrêa por empréstimo. Ele retornou no começo de 2021, mas estava fora dos planos da diretoria do Vitória e acabou se desvinculado por liminar.