STJD julgará recurso de Paulo Carneiro, presidente do Vitória, na quinta-feira

Redação, com informações do Bahia Notícias

Foto: Reprodução / EC Vitória

Punido inicialmente com 90 dias de suspensão, mas atualmente livre graças a efeito suspensivo, o presidente do Vitória, Paulo Carneiro, será novamente julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na quinta-feira (2).

Paulo Carneiro foi enquadrado no artigo 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por deixar de honrar parcelas de uma multa, referente a um pandemônio causado pelo cartola na partida entre o Leão e o Ceará, no dia 26 de agosto de 2020, pela Copa do Brasil. Na ocasião, o dirigente invadiu o campo, ameaçou agredir fisicamente o meia Vina, do Vozão, e disparou insultos a arbitragem.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Por ter deixado de honrar esse compromisso, a Procuradoria do STJD ofereceu denúncia contra Paulo Carneiro. Os débitos já foram quitados.

Mesmo suspenso pelo STJD e sem poder acompanhar partidas in loco, Paulo Carneiro ignorou a punição e assistiu o jogo entre Vitória e Avaí no último dia 31 de julho, no Barradão.