Fifa suspende atletas não liberados ao Brasil; Tite voltará a convocar ‘ingleses’

Suspensão não valerá apenas para Richarlison; CBF não pediu sanção ao ‘Pombo’ em virtude da liberação do atleta para os jogos olímpicos

Lucas Figueiredo/CBF

Oito dos nove atletas não liberadores pelos clubes ingleses para a Seleção Brasileira estão impedidos de jogar por um prazo de cinco dias após a data Fifa. A suspensão vale de 10 a 14 deste mês. Anunciada pela Fifa, a punição envolve os clubes Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Leeds United e impacta na primeira rodada da Champions League.

A liga inglesa, ainda que indiretamente, está vinculada à polêmica que resultou na suspensão do jogo contra a Argentina, no domingo, interrompido por fiscais da Anvisa. Os quatro jogadores acusados de prestar informações sanitárias falsas – Romero, Lo Celso, Martínez e Bundía – atuam no futebol inglês e omitiram justamente ter estado no Reino Unido antes de entrarem no Brasil.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A punição da Fifa envolve os atletas Alisson, Fabinho e Roberto Firmino (Liverpool), Ederson e Gabriel Jesus (Manchester City) Thiago Silva (Chelsea), Fred (Manchester United), Raphinha (Leeds United). Sanção igual foi imposta a Claudinho e Malcon (RUS).

A Fifa trata o caso como cumprimento do que diz o regulamento da entidade, que obriga os clubes a liberar jogadores chamados para as datas Fifa. A entidade só age quando é acionada pela parte prejudicada.

Por isso, Richarlison não ficará suspenso. A CBF agiu diferente porque o clube do ‘Pombo’, o Everton, autorizou a participação do atleta na Olimpíada de Tóquio mesmo não sendo data Fifa.

Tite

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em outro flanco do impasse com os clubes da Inglaterra, o técnico brasileiro Tite anunciou que voltará a chamar atletas que jogam no Reino Unido. A próxima convocação acontece na sexta-feira da semana que vem, dia 17, e valerá para nova rodada tripla de partidas, desta vez contra Colômbia, Venezuela e Uruguai.

Fonte: GE