Dilma passa por cateterismo em SP e deve ter alta nesta quinta-feira

Redação

Ex-presidente passou por procedimento cirúrgico que diagnostica e trata problemas cardíacos no Hospital Sírio-Libanês.

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

A ex-presidente da República Dilma Rousseff (PT) passou por um cateterismo nesta quarta-feira (1º) no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista e está bem, segundo sua assessoria. Ela já está no quarto, se recuperando, e deve ter alta nesta quinta (2).

De acordo com o G1, Dilma chegou a São Paulo na segunda (30) para realizar o procedimento cirúrgico que diagnostica e trata problemas cardíacos. Há três meses, a petista teve um mal-estar e se internou para exames em um hospital de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, onde mora. Ela recebeu alta um dia depois em bom estado de saúde.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Na ocasião, a assessoria do PT não informou o que causou o mal-estar, mas disse que a ex-presidente participava de uma reunião virtual, quando teve uma indisposição. Ela teria comentado que não se sentia bem. Dilma tem um problema no septo interatrial, chamado forame oval patente, um buraquinho na membrana que separa os dois átrios.

A pequena abertura se fecha depois do nascimento, mas em 25% a 30% dos casos, não se fecha e pode provocar um acidente vascular cerebral (AVC), por exemplo. A assessoria de imprensa da ex-presidente informou ao G1 que ela será internada no Sírio-Libanês para o fechamento do forame. O procedimento diagnostica e trata problemas no coração.