DHPP cumpre novos mandados em operação contra grupo suspeito de matar tio e sobrinho

Redação, com informações do Metro1

Na primeira fase, iniciada no dia 10 de maio, oito pessoas, entre seguranças e traficantes, foram presas

Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

A segunda fase da operação que investiga as mortes de Bruno Barros e o seu sobrinho Yan Barros, após um furto de carnes no supermercado Atakarejo, em Amaralina, foi deflagrada nesta quarta-feira (30). A ação visa apresentar à Justiça todos os envolvidos no crime.

Segundo a delegada do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Andréa Ribeiro, a operação procura nesta quarta pessoas “que participaram de formas direta e indireta nas mortes de tio e sobrinho”. As polícias Civil e Militar cumprem mandados de prisão e busca e apreensão na capital baiana.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Na primeira fase, iniciada no dia 10 de maio, oito pessoas, entre seguranças e traficantes, foram presas.