AGU ingressa com pedido no STF para que Pazuello possa ficar em silêncio na CPI

fonte Bahia.ba

Pedido à Corte é para que Pazuello possa escolher quais perguntas responder dos senadores.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Advocacia Geral da União (AGU) entrou, nesta quinta-feira, com um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que seja garantido o direito do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, de ficar em silêncio durante a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 no Senado.

De acordo com o documento divulgado pela CNN Brasil, se o pedido da AGU for acatado, o general vai poder se pronunciar somente quando ele quiser e vai ter o direito de não responder perguntas que possam incriminá-lo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O depoimento do militar da reserva está previsto para a próxima quarta-feira (19) e é um dos mais aguardados da CPI. Pazuello esteve a frente da pasta de maio de 2020 até março deste ano.