Após meio ambiente, Maia diz que Salles agora ‘resolveu destruir o próprio governo’

fonte Metro1

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) criticou o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, por manifestações contra membros do próprio governo. Nesta semana, o chefe da pasta ambiental do governo atacou o ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos e o chamou de “maria fofoca”. Maia escreveu hoje (24) no Twitter um repúdio a Salles.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O estopim para a crise foi uma nota publicada esta semana pelo jornal O Globo, que afirmava que Salles estava esticando a corda com a ala militar do governo em decorrência do episódio envolvendo a falta de recursos no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Na ocasião, o ministro do Meio Ambiente disse que, sem dinheiro, brigadistas interromperiam atividades de combate a incêndios e queimadas.

A decisão do ministro do Meio Ambiente de tornar público o embate, segundo assessores palacianos, busca tentar acelerar o desgaste de Ramos para que seja possível convencer o presidente Jair Bolsonaro a incluir o general na minirreforma ministerial programada para fevereiro. Para isso, Salles conta com o apoio da ala ideológica do governo, liderada pelos filhos do presidente.