Em jogo marcado por polêmicas, Bahia empata com o Goiás no Estádio da Serrinha

fonte Galáticos Online

Foto: Felipe Santana/EC Bahia

O duelo entre Goiás e Bahia, que terminou com empate por 1 a 1, com gols de Vinicius (Goiás) e Fessin (Bahia), foi muito polêmico e agitou a noite desta sexta-feira (16). A primeira etapa foi a pior possível, com apenas um lance de perigo e mais nada. Mas o segundo tempo foi marcado por diversas expulsões, os dois gols do confronto e lances polêmicos.

Além disso, houve cinco expulsões, sendo quatro para o Bahia, Rossi, Élber, Mano Menezes e Sidnei Lobo (auxiliar de Mano) e uma para o Goiás, o técnico Enderson Moreira, que na saída do gramado, discutiu com o treinador do Bahia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O JOGO

O primeiro tempo foi difícil de assistir e houve poucas tentativas de finalização. A primeira com perigo de gol aconteceu aos 20 minutos, quando Juninho Capixaba errou um passe dentro da grande área da defesa do Bahia, mas o atacante Vinicius não aproveitou e chutou fraco, facilitando o corte de Lucas Fonseca. Antes e após isso, a primeira etapa foi marcada por lances de pouca expressão, exceto quando Rossi arriscou um chute do lado direito, mas a bola foi pra fora, aos 48 minutos. Antes do término da primeira etapa, houve um lance duvidoso onde Clayson foi derrubado pelo zagueiro do Goiás e o árbitro sequer foi chamado pelo VAR.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa foi totalmente diferente. O gol do Goiás saiu logo aos 3 minutos, após boa jogada de Shaylon pela esquerda, e dentro da grande área fez um cruzamento rasteiro para Vinícius completar para o gol. O Bahia respondeu aos 12 minutos, com Elias, que chutou a bola após receber na área, e ela passou perto do travessão. Depois, o mesmo Elias teve duas chances, uma aos 17 e outra aos 22 minutos, mas desperdiçou novamente as chances.

Aos 30 minutos, o atacante Rossi foi substituído e terminou sendo expulso na saída de campo. Quatro minutos depois, Élber, que havia entrado na segunda etapa, foi expulso após xingar o árbitro, de acordo com o mesmo. Aos 36 minutos, o auxiliar de Mano Menezes também foi expulso por reclamação.
A noite não era do meio-campista Elias. Aos 41 minutos ele teve mais uma chance clara de gol e de novo não aproveitou. Desta feita após jogada de Nino Paraíba, houve bate e rebate dentro da grande área, a bola sobrou alta pra Elias, que tentou um voleio, mas chutou muito mal.

Aos 49 do segundo tempo, Fessin chutou colocado no canto do goleiro Tadeu e empatou a partida com um belo gol. Após isso, o Tricolor tentou pressionar, mas não conseguiu virar o duelo.

FICHA TÉCNICA
Goiás 1×1 Bahia – Campeonato Brasileiro – 16ª rodada
Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia Data: 16/10/2020 (sexta-feira) Horário: 20h Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ) Auxiliares: Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Daniel do Espirito Santo Parro (ambos do RJ) VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ), auxiliado por Alisson Sidnei Furtado (TO) e Carlos Henrique Cardoso de Souza (RJ)
Cartão Vermelho: Rossi e Élber (Bahia)
Gols: Vinicius (Goiás); Fessin (Bahia)

Goiás:
Tadeu; Edílson, David Duarte, Fábio Sanches e Caju; Ratinho (Salazar), Ariel Cabral e Shaylon (Douglas Baggio); Keko, Rafael Moura (Fernandão) e Vinícius. Técnico: Enderson Moreira.

Bahia:
Douglas; Nino, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Elias e Daniel (Março Antônio); Clayson (Élber), Rossi (Fessin) e Gilberto (Saldanha). Técnico: Mano Menezes.

X