Novo Topo AD

Fachin será relator de pedido de Bolsonaro contra bloqueio de perfis em redes sociais

Metro1

Foto: divulgação/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin foi escolhido hoje (27) relator da ação apresentada pelo governo que pede a suspensão de decisões judiciais que tenham determinado bloqueio, interdição e suspensão de perfis em redes sociais.

A ação foi protocolada no último sábado (25) um dia após 16 apoiadores do presidente Jair Bolsonaro terem perfis bloqueados pelo Twitter e pelo Facebook, investigados por suposta disseminação de fake news. O bloqueio foi determinado pelo ministro do STF Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A ação do governo é assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo advogado-geral da União, ministro José Levi.

“O bloqueio ou a suspensão de perfil em rede social priva o cidadão de que sua opinião possa chegar ao grande público, ecoando sua voz de modo abrangente. Nos dias atuais, na prática, é como privar o cidadão de falar”, diz a AGU.

No sábado, o presidente Jair Bolsonaro defendeu, em rede social, que a ação visa o cumprimento de dispositivos constitucionais.

“Caberá ao STF a oportunidade, com seu zelo e responsabilidade, interpretar sobre liberdades de manifestação do pensamento, de expressão, … além dos princípios da legalidade e da proporcionalidade”, escreveu.