Novo Topo AD

Tiroteio interrompe live de grupo de pagode no Rio; veja video

Com informações do Bahia.ba

Foto: reprodução/Youtube

Um show transmitido ao vivo por redes sociais do grupo de pagode “Aglomerou” foi interrompido, neste domingo (26), por rajadas de tiros de fuzil e o barulho característico de um helicóptero, voando baixo, fruto de uma operação da Polícia Civil, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

Enquanto a banda tocava “Compasso do Amor”, do grupo “Revelação”, os agentes entraram no local. Segundo a corporação, os policiais foram ao local para evitar danos colaterais, já que uma operação ocorria na casa ao lado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Pelas imagens é possível ver que antes da música ser interrompida algumas pessoas da produção foram abordadas pelos policias e levantaram as camisas para mostrar que não estavam armados.

Também é possível ver um agente correndo com um fuzil empunhado, passando em meio aos integrantes da banda. Ao fundo, pode ser vista a presença de um helicóptero da corporação, que dava apoio aos policiais.

Em um outro vídeo gravado dentro da casa durante a operação, além de som de tiros, algumas pessoas diziam que os policiais erraram a casa.

Quando a banda percebeu a presença dos agentes, o show foi interrompido e os músicos saíram agachados em frente às câmeras.

Depois do susto, o grupo voltou para dizer aos fãs que estavam bem, explicar o que aconteceu e que a operação policial estava acontecendo em uma casa próxima. Eles prometeram remarcar a apresentação.

“Estamos bem, está tudo bem. Estava acontecendo uma operação policial numa casa bem perto aqui do espaço. ocorreu esse fato, mas está todo mundo bem. não tem problema nenhum com quem estava na live. a gente vai remarcar, porque a gente está sem clima”, disse um dos integrantes da banda de pagode carioca.

View this post on Instagram

Tá tudo bem!

A post shared by Grupo Aglomerou (@aglomerouoficial) on