Novo Topo AD

Alguns estados podem já estar passando por segunda onda da Covid-19, alerta Fiocruz

Aratu On

Os números de pacientes internados com insuficiência respiratória grave voltaram a subir de forma preocupante em estados que estavam registrando queda nos casos da Covid-19, de acordo com estudo divulgado pela Fiocruz. Os dados dos estados do Rio de Janeiro, Amapá, Maranhão e Ceará caíram, o que leva à conclusão de que o pico da doença já passou, mas o novo crescimento no número de internações parece mostrar que eles estão passando pela temida segunda onda de contaminação.

O sistema da Fiocruz monitora os dados da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Brasil. Essa doença pode ser causada por vários vírus, mas 96,7% das pessoas internadas com a doença testam positivo para a Covid-19. De acordo com os números divulgados pela Folha de S. Paulo, nesta quinta-feira (23/7), o Amapá registrou 65 casos na primeira semana de maio e, desde então, havia acontecido uma queda de 46%, com cerca de 35 casos por semana. Agora, porém, o número voltou a subir, chegando a 59 casos a cada sete dias.

O Maranhão chegou a atingir 378 casos na semana de pico, caindo para 150, mas já registra crescimento com 167 novas internações semanais. O Ceará passou de 2.048 casos para 813, até a semana passada, quando subiu para 871 casos em sete dias. Já o Rio, que teve 2.844 internações em sua pior semana, baixou 60%, para 1.154, e tem aumentando – com registro de 1.367 entre 12 e 18 de julho.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Os estados apresentavam queda, mas ainda tinham níveis altos de casos. E agora voltam a subir”, diz o pesquisador Marcelo Gomes, da Fiocruz, que coordena o Infogripe.

“É preciso avaliar se há um salto por causa da retomada econômica, se há interiorização dos casos ou se são as duas coisas combinadas”, completou.

X