Novo Topo AD

TRF-4 nega pedido de Lula para invalidar depoimento de delatores da Odebrecht

Bahia.ba

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negou o pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para invalidar depoimentos dos delatores da Odebrecht no caso do sítio de Atibaia, em São Paulo. A decisão foi proferida na tarde desta quarta-feira (22).

De acordo com informações da coluna de Bela Megale, em O Globo, o advogado Cristiano Zanin Martins apresentou o recurso com base em uma planilha da Odebrecht que mostra que o pagamento de salários aos 77 delatores ligados à empresa. Segundo a defesa, os delatores passaram a receber depois que aderiram às narrativas defendidas pela força-tarefa da Operação Lava Jato.

Os desembargadores da 8ª Turma do TRF-4, no entanto, decidiram por unanimidade manter a validade dos depoimentos. Também foi rejeitada a solicitação da defesa de Lula para converter o julgamento em diligência, para analisar a falta de voluntariedade das delações da Odebrecht. A sessão durou oito minutos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Os magistrados do colegiado rejeitaram também o pedido de suspensão do julgamento até que fosse julgado o mandado de segurança sobre a atuação do FBI junto aos procuradores da Operação Lava Jato. Cristiano Zanin afirmou à publicação que vai recorrer da decisão quando o acórdão for publicado.