Novo Topo AD

Para Maia, reforma tributária do governo é convergente com a do Congresso

Najara Araujo/Câmara dos Deputados

A proposta de reforma tributária apresentada na terça-feira (21) pelo executivo é convergente com o que vem sendo debatido no Congresso Nacional. Esta é a avaliação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) sobre o texto entregue pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

“As propostas da Câmara e do Senado, e agora a do governo, são muito convergentes. As primeiras são mais amplas, e a do governo é mais focada no PIS/Cofins, que é um bom debate e vai na mesma linha da unificação dos impostos”, disse Maia. Em linhas gerais, as PECs 45 e 110 – originárias da Câmara e do Senado – propõem o Imposto sobre Valores Agregados (IVA), que pode incluir tributos estaduais e municipais.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Por sua vez, o texto do executivo cria a Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS), que unifica as atuais PIS e Cofins. Maia afirmou que o “debate será feito em conjunto” e que irá trabalhar para que o texto final possa “ter um impacto importante no futuro do nosso país, principalmente em um crescimento mais sustentável”. Com informações da CNN Brasil