Novo Topo AD

Decotelli atualiza currículo com passagem de 5 dias pelo Ministério da Educação

Bahia.ba

Foto: Marcos Corrêa/PR

O professor Carlos Alberto Decotelli atualizou o currículo na plataforma do Centro Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnologia (CNPq), para incluir sua passagem rápida pelo Ministério da Educação.

Na plataforma, o educador incluiu a informação de que foi responsável pela pasta entre os dias 25 e 30 de junho do ano de 2020.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Decotelli foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir o cargo de ministro, mas não chegou a assumir a pasta em razão de inconsistências que foram encontradas em seu currículo.

No currículo, ele dizia que havia obtido título de doutorado em uma universidade na Argentina e de pós-doutorado em uma universidade da Alemanha. As duas instituições negaram.

Ele ainda foi denunciado por plágio na dissertação de mestrado da Fundação Getúlio Vargas (FGV), e pego mentindo na descrição de vínculo com a FGV, ao afirmar que ele era professor, quando na verdade ele é colaborador.

Com a saída de Decotelli antes mesmo de assumir o cargo, a pasta fica sem ministro desde a saída de Abraham Weintraub, no fim de junho.