Novo Topo AD

Thais Carla sofre calote de R$ 4,6 mil ao comprar celular e caixa chegar vazia

Do Bahia Notícias

Reprodução / TV Bahia

A dançarina Thais Carla compartilhou nas redes sociais, nesta terça-feira (30), sua indignação contra uma loja de celulares após sofrer um prejuízo de pouco mais de R$ 4,6 mil na compra de um iPhone. De acordo com a artista, a compra feita na iPlace chegou até sua casa, mas a caixa estava vazia.

“Estou até agora sem respostas, estou tentando resolver tudo amigavelmente, mas parece que as pessoas gostam do complicado, gostam do difícil. Eu não queria expor ninguém, mas estou sendo obrigada, porque fazem mais de três dias que eles não me respondem. Estão me enrolando há 15 dias”, declarou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Segundo ela, em meio a falta de compromisso da iPlace, ela chegou a ir no Procon, na delegacia virtual e no portal Reclame Aqui. Ela também chegou a enviar o número do iPhone para rastreio e bloqueio e tentou inúmeras vezes o contato com a loja.

“Todo mundo sabe que eu sou uma pessoa do bem, que eu não tenho necessidade nenhuma de estar passando por isso. Tem noção de quanto demora para eu juntar um dinheiro para comprar um telefone desse? É uma sem sem-vergonhice, uma sacanagem que estão fazendo comigo”, continuou.

Chorando e se sentindo mal, ela deixou claro que apesar de estar nervosa com a situação, é uma pessoa do bem e que não gosta de confusão com ninguém: “Todo mundo sabe que tenho duas filhas, estou construindo uma casa e estou no limite. Eu só quero meu dinheiro de volta. É uma coisa séria, porque R$ 4.638,86 eu não acho na lata do lixo não. Eu tenho que fazer muita coisa para conseguir esse dinheiro. O mais absurdo é que a caixa vazia chegou e o site falando que ainda está em despacho”.

Se sentindo humilhada e desrespeitada, Thais declarou que, mesmo tendo uma mídia, a loja não assumiu o compromisso com a compra e ela chegou a tomar iniciativa quando não obteve retorno da iPlace. “Eu tive que ligar para resolver e não resolveu nada. Só ficou falando que iam me dar mimo, não quero mimo nenhum. Eu quero meu dinheiro ou meu telefone de volta”, disse.