Medeiros

‘Não existe São João sem forró’, diz vocalista da Estakazero sobre especial da Globo

Bahia.ba

Reprodução / BNews

O vocalista da banda Estakazero, Leo Macedo, foi um dos artistas que se posicionou contra a presença de Léo Santana como representante baiano no especial de São João que será exibido pela Globo no sábado (20).

Com 25 anos de carreira, o forrozeiro baiano afirmou que este não era o momento de exaltar o pagode podendo colocar outros artistas do gênero em evidência.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Já todo mundo acompanhando a live que vai acontecer no sábado (20), um especial do São João do Nordeste, onde cada estado vai ter um representante do forró. E o artista da Bahia que foi escolhido para representar o São João foi Léo Santana”

Em vídeo, Leo citou outros nomes que poderiam representar o estado e que carregam a tradição de fazer forró não só no período junino.

“Nós temos aqui na Bahia um cenário muito forte do forró. Artistas que tem uma carreira consolidada e que lutam uma luta de muitos anos pra manter as tradições e as raízes do forró, divulgar essa cultura pra fora do estado. Artistas como Adelmário Coelho, Targino Gondim, banda Cacau com Leite. Uma série de nomes que poderiam estar nesse projeto, representando a Bahia no segmento do forró. Esses artistas estão muito sentidos realmente e eu estou muito sentido”.

Para o cantor, é necessário que outros cantores do gênero se posicionem quanto a situação. “Não existe São João sem forró”.

Na última quarta-feira (17), foi anunciada a participação da banda Forró do Tico como um segundo representante do gênero no especial da Globo.

A banda comandada por Tico Cavalcantti se junta a Leo Santana na Bahia e a outros artistas, que irão representar outros estados como Calcinha Preta, Solange Almeida e Mano Walter.

View this post on Instagram

Depoimento sobre o São João do Nordeste.

A post shared by Estakazero (@bandaestakazero) on