Medeiros

Rompimento de barragem deixa mais de 1,2 mil desalojados em Pernambuco

Do Metro1

Foto: Reprodução

O rompimento de uma barragem na área rural do município de Sairé, em Pernambuco, deixou mais de 1,2 mil moradores da cidade vizinha, Barra de Guabiraba, desalojados. Segundo o Jornal do Commercio, a estrutura que cedeu é a barragem Guilherme Pontes, que é privada e está localizada nas proximidades do Sítio Estivas. Os impactos foram sentidos em cidades do Agreste e também da Zona da Mata do Estado, por onde passa o Rio Sirinhaém. O caso aconteceu ontem (15).

De acordo com o governo de Pernambuco, a barragem, que não é cadastrada, é de terra e tem cerca de 8 metros de altura, 120 metros de comprimento e capacidade para acumular 350 mil metros cúbicos de água. Ela teria ficado cheia após as chuvas que caíram na região nos últimos dias.

O prefeito de Sairé, Fernando Pergentino (PSB), confirmou que os problemas na barragem do município ocorreram por causa das chuvas. Em 48h, o município de Sairé registrou 112mm de chuvas, volume esperado para todo o mês de junho, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). Em nota, o Governo de Pernambuco informou que a Apac está acompanhando a situação, com o apoio da Secretaria Executiva de Defesa Civil de Pernambuco.