Medeiros

Psol vai à Justiça e pede que vídeo de Bolsonaro sugerindo invasão de hospitais seja retirado do ar

Do Bahia Notícias

Foto: Reprodução / Facebook

O Psol entrou com uma ação junto à 10ª Vara Cível de São Paulo solicitando a retirada do ar do vídeo em que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) incentiva apoiadores a invadirem hospitais públicos e de campanha para filmar leitos exclusivos ao tratamento de pacientes coma Covid-19. A sugestão de Bolsonaro foi dada durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, na última quinta-feira (11).

Segundo o Estadão, o juiz federal Paulo Cezar Duran despachou o processo ainda na noite desta segunda-feira (15) e intimou a União sobre o caso.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Intime-se com urgência a União, excepcionalmente por mandado, a fim de que se manifeste no prazo de 72 (setenta e duas) horas, nos termos do artigo 2º da Lei 8.437/1992. Outrossim, dê-se vista ao Ministério Público Federal pelo mesmo prazo acima assinalado. Sem prejuízo, forneça a parte autora os endereços do Facebook e do Google no prazo de 5 (cinco) dias. Após, tornem os autos conclusos. Int.”, diz o magistrado no despacho.

“O Presidente da República, que tem demonstrado cotidianamente seu desprezo com as recomendações das organizações de saúde e insistido na provocação de inúmeros e desnecessários conflitos políticos, colocando o Brasil na ingrata posição de epicentro global da propagação da pandemia, desta vez mostra sua completa insensibilidade, senão decorrente de insanidade, com os profissionais de saúde e as vítimas que lutam para salvar vidas. Utilizando da ardilosa e incabível necessidade de prestação de contas dos leitos de hospitais, incita seus apoiadores a práticas desprezíveis, como se não houvesse controle interno e externos dos atos da Administração que se ocupassem disso”, disse Juliano Medeiros, presidente nacional do Psol.

No dia seguinte ao vídeo, cinco deputados estaduais do Espírito Santo invadiram o hospital Dório Silva, no município de Serra, referência no tratamento da doença.