Medeiros

Copa do Nordeste: clubes aceitam sede única e aguardam posição da CBF para retorno do torneio; vídeo

Aratu On

A Liga do Nordeste, que controla o Nordestão, vai encaminhar uma proposta à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para que a competição seja disputada em sede única. A decisão foi tomada nesta terça-feira (16/6) e informada, em vídeo, por Alexi Portela, ex-presidente do Esporte Clube Vitória e um dos membros da Liga.

“Foi aprovado por unanimidade que os clubes aceitam a realização em única sede, mas, claro, seguindo todos os protocolos [de saúde e segurança]. Os clubes estão todos alinhados e o local que a CBF indicar será aceito por todos nós”, disse Portela.

VEJA VÍDEO:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Vale lembrar que a ideia da sede única já havia sido levantada pela Liga, há quase dois meses. Foi sugerida, ainda, a realização de todos os jogos restantes em apenas dez dias. Na ocasião, Alexi Portela foi contra. Disse que entendia a “agonia”, mas ainda era muito “prematuro para tomar qualquer decisão”.

A Liga do Nordeste ficará responsável por custear os testes de Covid-19 para os clubes que participarem do torneio, além de bancar hospedagem e local de treino durante a competição.

Com relação ao prazo para que a disputa seja concluída, o presidente da Liga, Eduardo Rocha, acredita que levará até 30 dias para quem for à final. Em entrevista ao poral Globo Esporte, de Pernambuco, ele explicou que boa parte dos participantes sairá após 16 dias, uma vez que, dos 16 participantes, oito serão eliminados depois de mais uma rodada.

“Vamos solicitar duas semanas de treinamento para os times. Depois disso, com mais 15 dias a gente encerra a competição. Vale lembrar que só quem vai para a final fica 30 dias, oito equipes são eliminadas logo na primeira rodada. Então, creio que não teremos problemas com datas”. falou.

Rocha destacou, ainda, que há clubes que não podem treinar em seus estados por conta da pandemia e, por isso, terão 14 dias de treinamento na cidade que for escolhida. Esses custos também serão bancados pela Liga do Nordeste.

Em contrapartida, os estados da Bahia, Ceará e Pernambuco já contam com equipes autorizadas a treinar seguindo protocolos sanitários para evitar o contágio do novo coronavírus.