Mandetta critica decisão de não divulgar números totais de casos e de morte: “É uma tragédia”

Via Bnews

Foto: reprodução / Agência Brasil

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), afirmou neste sábado (6) que a decisão tomada pelo Ministério da Saúde de não divulgar mais o número total de casos e óbitos pela covid-19 é uma tragédia. As informações são da coluna da jornalista Mônica Bergamo, no jornal Folha de S.Paulo.

“Não informar corretamente significa que o estado pode ser mais nocivo do que a doença”, afirmou. Mandetta ressaltou que esconder os números da população é mais do que uma “maquiagem” e que seria uma “plástica transformadora, uma grande cirurgia”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O demista afirmou que, “talvez nomeando alguém que não tem muito compromisso com o setor de saúde”, mas sim com uma cultura militar, de lealdade e de cumprimento de missão, ficaria mais fácil “manipular e torcer os números […] lealdade burra e genocida”.