Homem é preso e confessa que usou nome do irmão falecido para que mandado em aberto contra ele não fosse descoberto

fonte: G1

Foto: PRF / Divulgação

Um homem que está com mandado de prisão em aberto pelo crime de furto foi preso durante fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-101, altura de Itabela, cidade do extremo sul da Bahia, na sexta-feira (5). Na ocasião, ele chegou a usar o nome do irmão, já falecido, para não ser descoberto. No entanto, revelou a identidade real durante depoimentos na delegacia. Um outro homem também foi preso após ser flagrado com uma pistola durante a ronda.

Segundo a PRF, agentes fiscalizavam a rodovia no quilômetro 749, quando pediram para que um carro parasse. Inicialmente, foram solicitados os documentos de porte obrigatório do motorista e dos passageiros, para checagem nos sistemas da polícia. O foragido e o outro homem preso estavam dentro desse carro.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Na ocasião, o homem com mandado em aberto afirmou que não estava com nenhum documento em mãos. Por isso, a PRF intensificou as rondas no veículo, quando achou uma pistola calibre 40 mm e mais 15 munições.

O passageiro do veículo, então, assumiu a posse da arma, mas revelou que não possuía autorização para portar o armamento. Durante consultas, foi descoberto que ele tem uma extensa ficha criminal por porte ilegal de arma, tráfico, associação para o tráfico e tentativa de homicídio. Os dois homens, então, foram levados para a delegacia da cidade.

Foi lá que os policiais descobriram que o homem sem documento tinha informado o nome do irmão já falecido e confessou ter mentido o nome para que não fosse descoberta a existência de um mandado de prisão em aberto em seus desfavor pelo crime de furto, conforme documento emitido pela Vara Criminal de Santa Cruz Cabrália. Os dois ficaram presos na delegacia.