Medeiros

Rui volta a criticar atuação do governo federal no combate ao coronavírus: ‘Não facilita’

fonte: Bahia.ba

O governador Rui Costa (PT) voltou a criticar nesta quarta-feira (3) a falta de apoio do governo federal no combate à pandemia do coronavírus. O petista citou o exemplo dos países asiáticos na luta contra a Covid-19.

Em entrevista coletiva para a imprensa do Extremo Sul da Bahia, o governador voltou a pedir que a população da região respeite o isolamento social. Na ocasião, ele citou as cidades de Teixeira de Freitas, Nova Viçosa e Eunápolis como as cidades que mais preocupam pelo alto índice de contaminação.

“Em reunião com os prefeitos da região, concluímos que precisamos fazer alguma coisa, as taxas de contaminação no Extremo Sul estão muito elevadas. No planeta quem melhor cuidou da pandemia foi o povo asiático. Talvez pelo marco legal, pela disciplina desse povo, talvez, porque lá não teve polêmica com governo federal. Todo mundo lá deu as mãos e deram as mãos de uma vez. Eles venceram o vírus em um mês. Aqui, nós estamos com 60 dias e não conseguimos vencer. O governo federal, por sua vez, não facilita e não ajuda. O Brasil é o país com o maior número de mortes diárias, já passamos os Estados Unidos”, ressaltou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Segundo Rui, é necessário que a população da região Extremo Sul fique isolada em casa até a próxima terça-feira (9), quando vence o prazo das medidas restritivas adotadas pelas cidades da localidade.

“Temos a mobilidade reduzida, o convívio reduzido. Além disso, temos restrições de abertura do comércio. Também vamos reduzir a circulação das pessoas a partir das 18h. O que a gente impede de noite é aglomeração, festinhas, reuniões com amigos na comunidade. Com isso, a gente pode voltar a partir de quarta-feira para aquela rotina de antes das restrições”, explicou o petista.