Medeiros

Lauro de Freitas: Itinga terá circulação restringida a partir de quarta-feira (3)

Redação

Crédito da Foto: divulgação/Ascom Lauro de Freitas

O bairro de Itinga, situado em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador (RMS), terá a circulação de pessoas e veículos restringida, a partir desta quarta-feira (3/6). O decreto, publicado pela Prefeitura, tem validade até o dia 10 de junho.

A medida é uma resposta ao aumento no número de casos de contaminação pelo novo coronavírus na região, onde 126 casos da doença foram confirmados e seis óbitos foram registrados, até esta última segunda-feira (1/6). Apenas os casos em Itinga representam 24% dos 532 casos identificados em Lauro de Freitas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Com a restrição, apenas estabelecimentos comerciais essenciais terão autorização para funcionar, e a aglomeração de pessoas em espaços públicos ou privados será proibida. Locais para estacionamento também serão limitados. A medida abrange uma área que terá como ponto zero o Largo do Caranguejo e 2 quilômetros de circunferência em direção à Avenida Fortaleza, Alto da Itinga, São Cristóvão e Parque São Paulo.

A fiscalização do cumprimento das medidas restritivas será realizada em barreiras montadas nas principais vias do bairro. Quem for abordado, deve apresentar comprovação e residência e da necessidade de circulação. Estão permitidos apenas os deslocamento para unidades de saúde, estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar, entrega de bens essenciais para pessoas dos grupos de risco da Covid-19, prestação de serviços emergenciais por órgãos públicos, e de assistência a idosos, crianças e pessoas com necessidades especiais.

Também serão feitas ações de apoio e proteção aos moradores do bairro, como medição de temperatura e encaminhamento de casos suspeitos da doença para avaliação clínica, ações de combate ao mosquito da Dengue, distribuição de kits alimentação, substituindo a merenda escolar, e máscara de proteção para pessoas com vulnerabilidade social, cadastrados pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (SEMDESC). Locais públicos continuarão passando por ações de desinfecção.