Medeiros

Governo federal extingue base do Centro Tamar de Arembepe

fonte: Metro1

Foto: Divulgação/Tamar

O governo, através do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão ligado ao Ministério do Meio Ambiente, exintiguiu três bases avançadas do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Tartarugas Marinhas e da Biodiversidade Marinha do Leste (Tamar). Uma das bases fica localizada em Camaçari, na região de Arembepe.

A extinção ocorreu através de portaria publicada hoje (28) no Diário Oficial da União (DOU). As outras duas bases extintas ficam localizadas em Parnamirim-RN e Pirambu-SE. A mesma portaria também criou uma base avançada do Tamar em Salvador. A portaria entra em vigor no dia 1º de julho deste ano e foi assinada pelo presidente do ICMBio, Homero de Giorge Cerqueira, que era Coronel da Polícia Militar de São Paulo e foi nomeado para o cargo no ano passado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A principal função do Tamar é a coordenação de uma rede de instituições que trabalham com essas espécies ao longo da costa brasileira, fazendo pesquisa, conservação e educação ambiental. Uma das unidades mais populares fica em um museu, em Praia do Forte, criado em 1982. No fim do ano passado, o projeto Tamar, que recebe visitações de cerca de 1,5 milhão de pessoas no ano em todas as unidades, comemorou 40 milhões de tartarugas protegidas ao longo dos mais de 40 anos de existência.