Damares defende prisão de governadores e prefeitos por atuação durante pandemia; “violação”

Aratu On

Crédito da Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

“Vamos pedir a prisão de governadores e prefeitos”, afirmou a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, em reunião ministerial divulgada pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta sexta-feira (22/5).

Sem citar nomes, Damares fez a declaração após criticar a postura de gestores municipais e estaduais que, segundo ela, têm violado os direitos dos cidadãos. Entre os exemplos, a ministra citou multas a padres que estavam com “apenas dois fiéis” em igrejas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“A maior violação de direitos humanos da história do Brasil nos últimos trinta anos está acontecendo neste momento, mas nós estamos tomando providências”, falou a ministra, garantindo que vai “pegar pesado”.

O vídeo da reunião faz parte do inquérito da Polícia Federal (PF) que apura acusações do ex-ministro Sergio Moro (Justiça), de que Bolsonaro queria interferir politicamente na corporação.

X