Após rio transbordar e inundar Conde, prefeitura decreta situação de emergência

fonte: G1 BA

Foto: Divulgação / Prefeitura de Conde

A cidade do Conde, a cerca de 160 km de Salvador, decretou situação de emergência na quinta-feira (21). A medida ocorreu após o rio Itapicuru transbordar e inundar a cidade. A informação é do secretário de comunicação da cidade, Antônio Reis.

O rio transbordou na quarta-feira (20), após a chuva forte que caiu na cidade. Nesta sexta-feira (22), não há registro de chuva forte no município, mas muitas ruas permanecem alagadas por causa do volume de água do rio, que ainda não diminuiu.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A via que dá acesso ao centro da cidade também permanece com muita água, e os moradores só conseguem passar com ajuda de um trator. Outra forma de cruzar a cidade é de barco, mas a maior parte dos moradores está optando pela espera da travessia com o trator.

Por causa do alagamento, 40 famílias estão desalojadas. Elas foram abrigadas em uma escola da cidade, sem que haja aglomeração, por causa da pandemia do coronavírus. O secretário de comunicação do município informou que ainda não foi possível ir até a casa dessas famílias, devido ao volume da água.

“Estamos planejando ir de barco, mas sabemos que a água subiu mais de um metro nesses imóveis. Depois que a água baixar totalmente é que vamos saber se essas pessoas serão direcionadas para outros imóveis ou poderão permanecer nos seus”, explicou Antônio.

A cidade ficou sem água por causa do alagamento, mas o abastecimento foi retomado parcialmente e deve ser normalizado gradativamente.

Um vídeo das imagens aéreas divulgado pela prefeitura do Conde mostrou os estragos ocorridos por causa do rio que transbordou. A água cobriu maior parte da estrada que liga um trecho da cidade ao centro do Conde. O alagamento tomou muitas ruas do município que permanecem com água nesta sexta-feira.

X