“Se o veto vier ou não vier, a Bahia não fará reajuste”, diz Rui Costa sobre salário do funcionalismo público

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

O governador do estado, Rui Costa (PT), afirmou, durante debate na CNN Brasil nesta quinta-feira (21), que não há possibilidade de oferecer reajuste salarial aos servidores públicos na Bahia durante a pandemia do novo coronavírus.

“Não há na nossa programação qualquer tipo de reajuste dos servidores. Se o veto [do presidente da República] vier ou não vier, a Bahia não fará reajuste”, disse Rui.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Durante a reunião com governadores e os presidentes da Câmara e Senado, Bolsonaro pediu apoio para vetar integralmente a possibilidade de reajuste salarial no funcionalismo público.

Ainda durante o debate, o governador da Bahia disse que não adotará nenhuma medida nova após a chegada do auxílio federal ao estado, mas a quantia ajudará a manter as ações adotadas na Bahia.

“Não tem nenhuma medida nova a tomar. As medidas são as que estão programadas. Nossas ações são priorizadas para ações na Saúde. Esse recurso ajudará a fazer com que consigamos manter a plenitude dos serviços básicos, de segurança, que ao invés de dminiuir, se intensificaram nesse período, dada as ações mesmo sendo de Saúde, mas de mobilização da Secretaria de Segurança. As ações de Educação que vão voltar, e temos que complementar os dias de aula nos dias de sábado, e, provavelmente, entraremos pelo mês de janeiro, quem sabe até fevereiro”, avaliou Rui.

X