Há um longo caminho até o fim da pandemia, diz OMS

Foto: Christopher Black/OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou novamente nesta quarta-feira (13) que ainda há um “longo caminho” para determinar o fim da pandemia mundial provocada pelo novo coronavírus. A entidade foi questionada novamente sobre o protocolo para “desfazer” o alarme de pandemia ao redor do mundo, declarado no dia 11 de março de 2020.

Segundo o diretor de emergências da OMS, Michael Ryan é muito difícil prever quando vamos prevalecer sobre o vírus. “Pode ser que nunca aconteça. Pode ser que nunca desapareça, que se torne endêmico, como outros vírus. O HIV não desapareceu”, lembrou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ryan ainda afirmou que não tem como ninguém prever quando essa doença irá desaparecer. “Nós temos uma grande esperança: se acharmos uma vacina altamente eficaz, que possamos distribuir para todos os que precisam no mundo, podemos ter uma chance de eliminar o vírus”, declarou.

Mas segundo Ryan a implementação da vacina terá que passar por algumas etapas. Além de eficaz e disponível a todos, as pessoas terão que usá-la.

A OMS já havia alertado, há cerca de 20 dias, que o novo coronavírus (Sars-CoV-2) ainda demoraria para ser vencido. O diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, reforçou, ainda, que a doença foi declarada uma “emergência de saúde internacional”, o nível mais alto de alerta da OMS, no dia 30 de janeiro.

X