Rui rebate Câmara Brasil-China sobre compra de respiradores: ‘Cada macaco no seu galho’

Do Bahia.ba

Reprodução/YouTube

O governador Rui Costa (PT) reagiu nesta terça-feira (12) a declarações feitas pelo presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Charles Andrew Tang, de que a gestão estadual desembolsou R$ 49 milhões para a compra de 600 respiradores de uma empresa nos Estados Unidos “que não existe”.

“Eu não acho que a pessoa mais apropriada pra falar da idoneidade de uma empresa chinesa seja um empresário americano. Eu acho que, como diz o ditado, cada macaco deveria ficar no seu galho. Então, eu acho que o presidente da Câmara Brasil-China é a pessoa propriedade pra falar da idoneidade de empresas chinesas, mas não de empresas americanas”, afirmou o governador em entrevista ao jornal Bahia Meio Dia (TV Bahia).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em entrevista publicada pelo jornal A Tarde na segunda (11), Andrew Tang disse que o governo baiano “perdeu dinheiro” ao ter negociado a aquisição dos equipamentos com uma “empresa fantasma”.

“O governo baiano comprou respiradores de uma empresa de Los Angeles, que não existe. No endereço dela tem uma casinha, um boutiquezinho pintado de preto, roxo, amarelo. Isso é outra história, tá? […] Esse não foi um problema exclusivo da Bahia. Santa Catarina, Rio de Janeiro e o Pará, todos tiveram problemas. Tanto que os governadores desses quatro estados nos procuraram, na Câmara de Comércio Brasil-China, pedindo nossa ajuda na intermediação com essas empresas, devido a Câmara ser um organismo com 34 anos de credibilidade e atuação”, declarou.

Nas últimas semanas, a disputa em torno dos equipamentos se intensificou diante do agravamento da pandemia da Covid-19 e o esgotamento dos leitos país afora.

Valor será devolvido, diz governador

Rui Costa já havia afirmado que os R$ 49 milhões destinados à empresa norte-americana foi uma antecipação para trazer um lote de ventiladores mecânicos encomendados pelo Consórcio Nordeste. O contrato, entretanto, acabou cancelado porque o fornecedor atrasaria a entrega.

O governador agora diz ter recebido a garantia de que o valor será devolvido até o fim da semana.

“Eu só quero reafirmar que os contatos feitos hoje com a empresa que temos o contrato, e que não cumpriu os prazos, ela voltou a reafirmar que até sexta-feira a devolução dos recursos será feita ao governo do estado da Bahia. E já fez o anúncio hoje, em contato com o Estado, que abrirá uma ação indenizatória pra processar todos aquele que prejudicaram a imagem da empresa deles”, disse o governador

Sem mencionar nomes, ele também prometeu ajuizar ações penais e indenizatórias contra quem divulga calúnias e difamações acerca de ações adotadas pelo governo do Estado.

X