Mulher tem auxílio negado por constar como ‘presidente da República’ em sistema

Foto: Reprodução / App Ministério da Cidadania

Uma mulher no estado do Espírito Santo teve o seu auxílio emergencial negado por constar em sua carteira de trabalho digital que trabalhava como presidente da República.

Segundo o site A Gazeta, a desempregada Adeyula Rodrigues não conseguiu receber os $R 600 por que ainda constava como funcionária do governo capixaba, na Secretaria de Educação e o outro na Prefeitura de Vila Velha, como auxiliar de secretaria.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Contudo, nenhuma das informações procedem pois a mulher deixou o trabalho em agosto do ano passado, onde trabalhou como cuidadora infantil.

De acordo com o colunista, Guilherme Amado, o erro leva a creditar que foi do Ministério da Economia, pois a Secretaria do Governo do Espírito Santo não tem a categoria de “presidente da República” para ser listada.

Do Bahia.ba
X