Bahia registra morte de criança de dois anos e de mais seis pacientes com coronavírus, e número sobe para 141

fonte: G1 BA

A Bahia registrou, nas últimas horas, mais sete mortes de pacientes infectados pelo novo coronavírus, segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) no início da noite desta segunda-feira (4). Uma delas é de um bebê de dois anos, residente da cidade de Ipiaú. O número total de infectados é de 3.374.

Segundo informações da Sesab, o 135º óbito foi de um idoso de 85 anos, residente em Salvador, com histórico de Alzheimer. O paciente estava internado em um hospital filantrópico na capital baiana e morreu nesta segunda-feira (4).

Já a 136ª morte foi de uma idosa de 79 anos, residente em Salvador, com histórico de Alzheimer. A paciente estava internada em um hospital filantrópico na capital baiana e também morreu nesta segunda-feira (4).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com a Sesab, o 137º óbito foi de uma criança do sexo feminino de 2 anos, residente em Ipiaú, com histórico de toxoplasmose congênita. A paciente foi internada em um hospital público no município de Jequié, no dia 29 de abril e morreu um dia depois.

Ainda de acordo com a Sesab, o 138º óbito foi de uma idosa de 76 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão, diabetes e fibrose pulmonar. A paciente estava internada em um hospital filantrópico na capital baiana e morreu no domingo (3).

Já a 139ª morte foi de um idoso de 80 anos, residente em Salvador, com histórico de doença cardiovascular. O paciente estava internado em um hospital filantrópico na capital baiana e também morreu no último domingo.

O 140º óbito foi da bebê, de três meses, que foi diagnosticada com coronavírus na maternidade do Hospital Português em Salvador e morreu no domingo (3). A Sesab informou que ela não tinha histórico de doenças preexistentes.

Já o 141º óbito foi de um homem de 57 anos, residente em Ibirataia, com histórico de diabetes. O paciente estava internado em um hospital público no município de Ibirataia e morreu no dia 23 de abril. A Sesab informou que a notificação tardia foi fruto do aprofundamento da investigação epidemiológica solicitada pela Base Regional de Saúde, em Jequié.

Ao comparar os boletins divulgados pela Sesab às 17h do domingo (3) e o desta segunda, é possível perceber que houve 13 mortes e 168 casos confirmados no estado nas últimas 24 horas. Por volta das 12h, o órgão divulgou os seis primeiros óbitos registrados nesta segunda e 126 casos.

Do total de mortes, 91 ocorreram em Salvador. As demais estão distribuídas entre Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Buerarema (1); Camaçari (1); Capim Grosso (1); Catu (1), sendo que a paciente foi contaminada na capital baiana; Feira de Santana (2); Gongogi (2); Ilhéus (5); Ipiaú (2); Itabuna (5); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Jequié (1), Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Maraú (1); Nilo Peçanha (1); São Francisco do Conde (1), Ubaitaba (1); Uruçuca (4); Utinga (1); Vereda (1) e Vitória da Conquista (4). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17 horas desta segunda-feira (4).

De acordo com a Sesab, na Bahia, dos 742 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 382 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 51%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 313 leitos exclusivos para o coronavírus, 182 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 58%. Cabe ressaltar que novos leitos serão abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Os casos confirmados estão distribuídos em 150 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (63,43%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes são Ilhéus (1.484,66), Uruçuca (1.364,59), Itabuna (1.092,75), Coaraci (1.059,26) e Salvador (825,11).

Segundo a Sesab, no período de 27 de março a 4 de maio houve um aumento do número de casos confirmados laboratorialmente de Covid-19 na Bahia, com incremento de 2.935,77 casos no período.

X