Confusão é formada em fila após supermercado oferecer cesta básica ao invés de vale de R$ 55

Com informações do Bnews

Reprodução/Bnews

Pais de estudantes da rede estadual de ensino acusaram a cesta do Povo, localizada na Avenida Ogunjá, em Salvador, de obrigá-los a levarem alimentos escolhidos pelo próprio supermercado como forma do vale-alimentação disponibilizado pelo governo para alunos que estudam em colégios estaduais. Por conta disso, houve confusão na fila do estabelecimento na manhã desta quinta-feira (30).

Em um aviso exposto na frente do supermercado, é possível saber quais os itens que compõem a cesta montada pelo estabelecimento. No entanto, os pais alegam que a compra dos produtos, no valor de R$ 55, é de livre escolha.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em um vídeo enviado à reportagem, é possível ver um funcionário do supermercado explicando que a oferta da cesta básica se deu devido à queda do sistema que registra as vendas no local.

Veja vídeo:

Em nota, a Secretaria Estadual da Educação disse que “a aquisição dos gêneros alimentícios, no valor de R$ 55, é de livre escolha do estudante beneficiado”.

A pasta orienta ainda que “vá apenas uma pessoa (estudante, pai, mãe ou responsável) ao supermercado, para evitar aglomerações e que seja feito o uso da máscara de proteção individual”.

X