Bahia adere à ferramenta que mede aglomerações através de antenas de celular

Foto: Pixabay

A Bahia resolveu aderir à ferramenta produzida pelas quatro maiores operadoras de telecom do país, que mede aglomerações durante a pandemia do coronavírus pelas antenas de celular.

A informação foi divulgada nesta terça-feira (28) pela coluna de Guilherme Amado, da revista Época. Segundo a publicação, o primeiro estado a aderir ao chamado “Mapa de Calor” foi São Paulo, depois veio a Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Pará, além das cidades de Belo Horizonte e Porto Alegre.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ainda de acordo com a matéria, outros 20 estados e cidades já estão na fila de espera para acessar a geolocalização da população e descobrir onde estão ocorrendo aglomerações.

X