Papa Francisco pede que mundo não esqueça de combater a malária

Bahia.ba

Divulgação / Vatican News

O Papa Francisco pediu que o mundo não substitua uma luta pela outra, de modo que a Covid-19 não impeça de manter o combate à malária. O líder religioso lembrou que o sábado (25) foi o Dia Internacional da Luta Contra a Malária.

“Ao combatermos a pandemia de coronavírus, também devemos aumentar o compromisso de prevenir e curar a malária que ameaça milhões de pessoas em muitos países”, declarou o papa ao final da oração deste domingo (26).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com informações do G1, cerca de 219 milhões de pessoas contraíram malária em todo o mundo em 2017. Do total, 435 mil morreram. Mais de 90% das vítimas são africanas.

Apenas neste ano, o número de mortes pela doença na África subsaariana chega a 770 mil – duas vezes mais que em 2018. Diferentemente da Covid-19, a malária atinge particularmente crianças.

X