Covid-19: profissionais de saúde de Ilhéus são testados em massa após alto nº de casos

fonte: G1 BA

Foto: Camila Souza / GOVBA

A Prefeitura de Ilhéus, no sul da Bahia, realiza testes rápidos nos profissionais que atuam na linha de frente do combate ao novo coronavírus (Covid-19). Segundo a secretaria municipal de Saúde, 80% dos casos de confirmados de Covid-19 no município são de profissionais da saúde. Ilhéus é a segunda cidade com maior número de casos de contaminados pelo coronavírus no estado.

O município também registra três mortes de infectados pela doença, um deles foi o médico Gilmar Calazans, de 55 anos, que foi o 46º paciente a morrer pela Covid-19 no estado, que já registra 67 óbitos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com a prefeitura de Ilhéus, os testes enviados pelo Ministério da Saúde são destinados a trabalhadores das áreas da Saúde e Segurança Pública, além de pessoas que residam no mesmo imóvel que esses profissionais e tenham quadro gripal.

“Esses colaboradores representam uma força de trabalho fundamental no combate ao vírus, porém estão diretamente envolvidos e mais expostos à infecção. Precisamos garantir que eles estejam bem e que não apresentam riscos para a saúde de outras pessoas”, disse, em nota, o secretário municipal da Saúde, Geraldo Magela.

Magela enfatizou que a testagem em massa garante maior segurança no retorno ao trabalho e no atendimento prestado à população. De acordo com informações fornecidas pela direção do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), unidade que integra a rede de atendimento SUS em Ilhéus, cerca de 800 funcionários serão testados para diagnóstico da Covid-19.

Segundo o diretor assistencial do HRCC, Almir Gonçalves, até o momento 483 profissionais já foram testados. Desse total, 57 diagnósticos positivos para a doença. Por meio dessa estratégia será possível descobrir quantas pessoas de fato estão infectadas e afastá-las das atividades laborais. O objetivo é achatar a curva de contágio por Covid-19 na cidade.

Possibilidade de ‘lockdown’

Em entrevista nas redes sociais na sexta-feira (24), o governador Rui Costa falou sobre a possibilidade de lockdown [fechamento total] nos municípios de Itabuna e Ilhéus, por causa do aumento acelerado dos casos da doença.

Ele disse que, se for mantido este crescimento até domingo (26), pretende editar um decreto estadual proibindo a circulação total de pessoas nas ruas.

“Se isso não for feito, haverá dezenas de mortes em Ilhéus e Itabuna. Não há condição de manter essa taxa de 20% e até 30% de crescimento de casos em um dia”.

O secretário de Saúde Fábio Vilas-Boas também disse que o Estado deve endurecer as medidas de isolamento social nas duas cidades do sul da Bahia. Em Ilhéus, Vilas-Boas disse que poderá ter toque de recolher, fechamento de bares, além de prismas de concreto impedindo circulação de veículos nas ruas.

X