TSE estuda adiar eleições municipais para dezembro, mas descarta prorrogar mandatos

Redação

Foto: reprodução

Em meio à pandemia do novo coronavírus, ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estudam adiar as eleições municipais de outubro para dezembro. O avanço da Covid-19 vai determinar a decisão da Corte – o que deve ocorrer entre maio e o início de junho, diz O Globo.

No entanto, os ministros já descartaram a prorrogação dos mandatos atuais. Luis Roberto Barroso, que assume a presidência do TSE em maio, afirmou ao jornal carioca que o debate ainda é precoce, mas ressaltou que, se as eleições forem adiadas, será por um período mínimo, de semanas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

” A saúde pública, a saúde da população é o bem maior a ser preservado. Por isso, no momento certo, será preciso fazer uma avaliação criteriosa acerca desse tema do adiamento das eleições. Mas nós estamos em abril. O debate ainda é precoce. Não há certeza de como a contaminação vai evoluir. Na hipótese de adiamento, ele deve ser pelo período mínimo necessário para que as eleições possam se realizar com segurança para a população. Estamos falando de semanas, talvez dezembro”, disse Barroso, ao O Globo.

X