Vacinas contra a Influenza estão chegando de forma fracionada ao município, informa prefeitura

Foto: Roberto Fonseca

A prefeitura de Alagoinhas, através da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) informou na noite de ontem (25) que, em decorrência da distribuição fracionada da vacina contra Influenza, deve restringir o horário previsto para a imunização do público-alvo. A partir desta quinta-feira (26), a vacinação será realizada das 8h às 12h, e não até as 14h, como havia sido anunciado anteriormente.

Com a alta demanda, o 1º lote da vacina, encaminhado via Governo Federal e repassado aos municípios pelos estados, já foi esgotado em alguns pontos. Alagoinhas recebeu cerca de 9 mil doses esta semana e tem como meta imunizar mais de 18 mil pessoas – entre trabalhadores da saúde e idosos acima de 60 anos – só nesta 1ª fase da Campanha de Vacinação, voltada ao público prioritário.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O objetivo do município, até 23 de maio, quando será encerrada a vacinação, é atingir a marca de mais de 41 mil pessoas imunizadas. Até o momento, Alagoinhas recebeu pouco mais de 21% do número de doses estipuladas para este período, e a previsão é receber novos lotes da vacina semanalmente.

As equipes enfatizam que novas doses chegarão ao município e recomendam que a população respeite o calendário do grupo prioritário para evitar a aglomeração de pessoas em espaços de vacinação neste momento de enfrentamento ao novo coronavírus.

Sem estoque de vacinas

A situação de Alagoinhas não é isolada. Municípios como Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, Lauro de Freitas e Luís Eduardo Magalhães anunciaram a suspensão temporária da campanha de vacinação em decorrência do desabastecimento. Em todo o Brasil, a distribuição está sendo fracionada e a SESAU informa que dá continuidade à campanha nesta quinta-feira, mas conta com a previsão de recebimento de uma nova remessa para o cumprimento dos prazos e metas estipulados.

A Secretaria de Saúde estuda também estratégias para evitar o movimento intenso no momento da vacinação. A previsão é de que seja disponibilizado o atendimento “Drive Thru”, no interior dos veículos, para que os idosos não precisem se deslocar dentro das unidades ou pontos de vacinação, e aqueles que não podem comparecer às unidades por restrições de saúde ou mobilidade terão a possibilidade de agendamento para vacinação em domicílio, através de contato que será divulgado nos canais oficiais da Prefeitura.

Ponto de vacinação no estacionamento da Prefeitura

O ponto volante de vacinação da Biblioteca Pública Maria Feijó, no centro da cidade, foi transferido, na tarde desta quarta-feira (25), para o estacionamento da Prefeitura, onde uma estrutura foi montada com apoio do Exército. A medida vale a partir desta quinta (26), e o barracão de campanha do Exército também entra no circuito com apoio à vacinação e orientação à população quanto a medidas preventivas ao COVID-19. Com exceção desta alteração, nenhuma outra mudança de estrutura foi realizada, até o momento, nos pontos volantes divulgados.

Campanha segue até 23 de maio

Em abril, a vacinação deve ser aberta para novos grupos, com a imunização de crianças (de 6 meses a menores de 6 anos), gestantes, puérperas (mulheres que ganharam bebê nos últimos 45 dias), jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, professores e portadores de doenças crônicas não-transmissíveis ou condições clínicas especiais, além dos idosos e profissionais de saúde, aos quais se destina prioritariamente a 1ª fase de imunização. O prazo para imunização dos grupos vai até 23 de maio.

X