Fechada Basílica do Santo Sepulcro em Jerusalém

Reprodução / Vatican News

A Basílica do Santo Sepulcro em Jerusalém foi fechada. Após as medidas restritivas adotadas em 21 de março, chegam agora novas disposições.

A emergência do coronavírus forçou os Chefes das Igrejas responsáveis ​​pela Basílica, Teófilo III, patriarca greco-ortodoxo de Jerusalém, frei Francesco Patton, custódio da Terra Santa, e o patriarca armênio de Jerusalém Nourhan Manougian, a divulgar um novo comunicado para informar que as celebrações das comunidades greco-ortodoxa, latina e armênia continuarão regularmente, embora por razões de segurança e para evitar o risco de propagação do Covid-19, o número de participantes será limitado a poucas pessoas e a Basílica será acessível apenas durante as liturgias.

Com informações da Rádio Vaticano

X