Por causa do coronavírus, vigilantes suspendem greve na Bahia após 14 dias de paralisação

Do Metro1

Foto: reprodução/ABr

Os vigilantes que prestam serviço em várias instituições da Bahia terminaram, na tarde de hoje (24), uma paralisação que durou 14 dias. De acordo o presidente do Sindvigilantes/Ba e da CNTV-Confederação Nacional dos Vigilantes, Jose Boaventura, em entrevista ao Metro1, a categoria vai manter estado de greve, mas sem paralisar.

“Considerando a calamidade pública e a necessidade de cuidarmos dos equipamentos, dos trabalhadores, uma vez que a categoria está entre as essenciais pelo governo federal, cobramos das empresas equipamentos, máscaras, luvas, e boa parte das empresas não estão cuidando”, disse.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A partir de 7h de amanhã (25) os trabalhadores voltam a trabalhar.

X