Coronavírus: Argentina entra em ‘quarentena total’

Metro1

Foto: Fotos Públicas

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, decretou “quarentena total” a partir da meia-noite de hoje (20) para combater a transmissão do novo coronavírus. A restrição quase total na circulação de pessoas valerá até 31 de março.

O decreto estabelece que ninguém poderá sair de casa, a não ser para ir às farmácias, buscar atendimento médico e comprar comida. Quem descumprir a regra poderá ser detido por “delito contra a saúde pública”, com pena de um a 15 anos. “Vamos ser absolutamente inflexíveis”, disse Fernández.

A quarentena será vigiada por soldados do Exército e policiais. Apenas profissionais de saúde e os que lidam com distribuição de combustível, alimentos ou medicamentos poderão sair de suas casas para trabalhar durante esse período.

A única outra exceção para uma saída de casa será a de auxiliar um parente doente. As demais terão de contar com autorização das autoridades sanitárias.

X