Bolsonaro: ‘Depois da facada, não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar’

BN

Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chamou atenção mais uma vez ao falar sobre o coronavírus. No encerramento da entrevista coletiva nesta sexta-feira (20) sobre ações do governo federal contra a doença, o chefe de Estado disse a seguinte frase: “depois da facada, não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar, não, ‘tá’ ok?”.

A afirmação veio após declarações do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, sobre a possibilidade de que Bolsonaro fizesse mais testes para testar a possibilidade de estar com Covid-19. O titular da pasta pediu calma aos repórteres em relação a casos da doença em pessoas públicas.

X