Secretário rebate informação da Sesab e nega contaminação de médico em Upa de Salvador

Do Metro1

Foto: reprodução / Bahia.ba

O secretário municipal de Saúde, Léo Prates, rebateu a informação divulgada pelo chefe da pasta estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, a respeito da suposta contaminação de um médico por coronavírus. Mais cedo, na manhã de hoje (18), a Sesab, através de Vilas Boas, divulgou no Twitter que um profissional de saúde foi contaminado atendendo um dos primeiros casos de Covid-19.

No entanto, após o boato de que o profissional seria funcionário da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vale dos Barris, Prates respondeu na rede social. “Acabei de ser informado pelo CIEVS SSA [Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Salvador], que a pessoa confirmada com coronavírus hoje não é médico e sim administrador, economista e sócio de um dos primeiros casos diagnosticados. Apenas a coleta foi feita na UPA. Daí a confusão, precisamos ter seriedade e serenidade”, disse secretário municipal.

Ele ainda disse que manteve contato com Vilas Boas, que retificou a informação horas depois. “A ficha de notificação do paciente foi retificada. O paciente não era médico. Mas fica valendo o reforço nos cuidados com os profissionais de saúde. Daqui pra frente o risco vai aumentar muito”, declarou o secretário estadual.

Confira:

X