Governo anuncia injeção de R$ 147,3 bilhões na economia para enfrentar coronavírus

Metro1

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou hoje (16) um programa emergencial que vai injetar até R$ 147,3 bilhões em medidas emergenciais na economia. Estas medidas têm como objetivo conter os efeitos econômicos do novo coronavírus.

Serão até R$ 83,4 bilhões para população mais vulnerável. Mais R$ 39,4 bilhões para manutenção de empregos. Além de recursos para o combate a pandemia do Covid-19.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“São medidas econômicas para o combate à pandemia, aí a nível de baixar tarifas de exportação, produtos médicos e hospitalares, coisas desse tipo”, explicou Guedes.

O valor inclui a antecipação da segunda parcela do 13º de aposentados e pensionistas do INSS (R$ 23 bilhões) de dezembro para maio. Valores não sacados do PIS/Pasep serão transferidos para o FGTS para permitir novos saques (R$ 21,5 bilhões). O abono salarial será antecipado para junho (R$ 12,8 bilhões). Além disso, o Bolsa Família será reforçado em R$ 3,1 bilhões para incluir mais 1 milhão de pessoas no programa.

X