Ex-BBB Marcos Harter entra na justiça contra a Globo e pede indenização de R$ 750 mil

Foto: reprodução / Contigo!

O médico Marcos Harter, expulso do Big Brother Brasil 2018 sob acusação de agressão, entrou com um processo de indenização e R$ 750 mil contra a Globo, informou a colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

De acordo com a colunista, o cirurgião plástico alega que teve a imagem prejudicada pela emissora após ter sido acusado de agredir Emily Araújo, campeã da edição.

Segundo a defesa de Marcos, o fato não foi comprovado pela investigação do caso.

“Marcos Harter foi expulso do [ BBB ] por ter supostamente agredido uma participante (Emilly Araújo – campeã daquela edição). Só que o juiz do caso criminal que a própria Globo instaurou, inclusive, não aplicou a lei Maria da Penha. Ou seja, não houve agressão à mulher”, disse o advogado Bruno Zilberman do Vainer & Villela Advogados.

Os representantes do médico ainda pontuaram que Emily, que seria a principal interessada no caso, não abriu um procedimento criminal contra ele.

“Ele foi agredido pela Emilly e até reclamou no programa das unhadas dela. Então, se a emissora tinha que expulsar participante, deveria expulsar os dois e não apenas ele. A Emilly deixou passar o prazo para processá-lo criminalmente, ou seja, ela nem teve interesse em prosseguir com qualquer ação criminal contra ele”, diz o advogado.

X