Papa Francisco desiste de retiro pela Quaresma por causa de resfriado

Redação

Foto: reprodução
Após três dias de agenda cancelada, o Papa Francisco apareceu para os fieis neste domingo (1º), para anunciar que não participará do retiro espiritual da Quaresma. O líder religioso afirmou que um resfriado o força a cancelar sua presença.

“Vou seguir as meditações daqui”, disse ele, de acordo com o Uol.

O papa apareceu na janela do Palácio Apostólico do Vaticano para se dirigir às milhares de pessoas na Praça de São Pedro, que esperam sua mensagem e bênção semanal. O líder católico e os altos funcionários do Vaticano deveriam viajar neste domingo.

Na Quarta-feira de Cinzas, o Papa Francisco foi visto tossindo e espirrando. Como a Itália registrou mais de 1,1 mil casos confirmados de contaminação pelo coronavírus, logo se especulou que o religioso poderia estar infectado. O porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni, informou que não há evidências que levem ao diagnóstico de qualquer coisa que não seja uma “leve indisposição”.

X