Parentes de mulher achada morta carbonizada cobram justiça; suspeito segue desaparecido

Foto: Reprodução / TV Bahia

Familiares de Ludmila Aragão Campos, de 41 anos, morta há um mês, cobram justiça ao caso. A mulher foi encontrada com o corpo carbonizado dentro de um carro em São Sebastião do Passé, no Recôncavo.

Segundo a TV Bahia, o suspeito de matar a mulher é o ex-namorado dela, Charles Adamo Jesus de Araújo. Com prisão já decretada pela Justiça, ele é considerado foragido. Um mês após o crime, a família lida com o trauma gerado. Ludmila era filha única.

Ludmila Aragão Campos desapareceu no dia 27 de janeiro. Natural de Salvador, ela morava em Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, há dois meses, quando foi para o local abrir um restaurante. Conforme familiares, no dia que a vítima desapareceu, o companheiro da mulher foi visto dentro da casa dela, por volta das 20h.

Em seguida, moradores da região avistaram ele saindo dentro do carro da mulher, junto com ela. No dia seguinte, o carro apontado como o de Ludmila foi encontrado queimado em São Sebastião do Passé.

X